Formas mais humanizadas de demitir um funcionário

Demitir um funcionário é sempre um momento delicado, pois é o momento em que um colaborador deixa de fazer parte do quadro de colaboradores e seu contrato é encerrado. Lembrando que essa iniciativa pode partir da empresa ou do colaborador.

A demissão acontece quando uma das partes opta pelo encerramento de contrato de vínculo empregatício. O motivo pode ser simplesmente por considerarem essa decisão mais vantajosa para si, mas existem outras motivações.

Mesmo quando essa ação é composta por desacordos, algumas atitudes são fundamentais para o processo ser humanizado se tornar menos estressante possível. Neste artigo, te falamos quais são elas.

Demitir um funcionário: dicas para um processo mais humanizado

1. Seja transparente e discreto

Um dos problemas que afeta as relações no momento de demitir um funcionário é a falta de honestidade, seja por medo do que o outro irá sentir ou simplesmente por não achar necessário falar todos os detalhes.

Ser honesto com um colaborador é também ser responsável com ele, quando se fornece feedback e motivos reais sobre a demissão, é tudo muito mais fácil e a conversa flui melhor. Além disso, esse é um momento pessoal, por isso, quanto menos pessoas envolvidas, melhor. É recomendado evitar falar com outros colaboradores sobre essa demissão antes de alinhar com a pessoa demitida, pois assim previne que se espalhem boatos desagradáveis. Assim, a princípio, deixe que somente o RH responsável e os gestores diretos estejam informados. 

Por fim, esteja aberto também a receber a opinião do ex-colaborador, pois ela pode trazer pontos interessantes sobre a sua gestão. A transparência e o sigilo são indispensáveis na hora de demitir um funcionário, mas também é importante ouvir essa pessoa e entender sua visão da empresa.

2. Comunique o restante do time

Para manter um bom clima organizacional, é importante ser honesto também com quem fica na empresa, e não apenas com o funcionário que foi demitido. Esse comunicado não deve ser alarmante, mas deve trazer os reais motivos do desligamento, e também incentivar a equipe que fica a seguir fazendo um bom trabalho. Além disso, mantenha um canal de comunicação aberto para que esses colaboradores possam tirar suas dúvidas e falar sobre o assunto de forma privada, se quiserem.

3. Seja empático

A demissão pode ser uma notícia avassaladora para algumas pessoas. Portanto, é importante que o responsável por comunicar o desligamento seja empático. Ou seja, identifique as dores daquela pessoa e se mostre solidário.

Além disso, esteja preparado para possíveis reações. Se houver necessidade de acolhimento, você pode fazer isso, mas também pode chamar um profissional de RH para acompanhar a conversa e, assim, haverá como recorrer a ajuda de alguém com experiência nisso.

4. Mantenha o canal aberto

É importante que a empresa se disponha a oferecer boas referências, quando possível. Ao demitir um funcionário, coloque-se disponível para escrever uma carta de recomendação e dar boas referências.

Além disso, converse sobre futuro, sobre novas oportunidades, seja dentro ou fora da empresa. É importante entender que o funcionário que hoje está saindo, pode voltar em algum momento.

Conte com a Coan

Somos o Grupo Coan, com mais de 40 anos de experiência e atuação no mercado. Somos especialistas em legislação trabalhista e em outras áreas, como contábil e tributária, entre outras.

Por isso, podemos auxiliar sua empresa nos contratos e rescisões, garantindo o cumprimento da legislação e a segurança nos relacionamentos empregador-empregado. Entre em contato conosco para conhecer nossas soluções e assim garantir uma boa gestão do seu negócio. 

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação. We are committed to protecting your privacy and ensuring your data is handled in compliance with the General Data Protection Regulation (GDPR).
💬 Precisa de ajuda?