4 dicas para uma gestão financeira eficiente para PJs (online)

A gestão financeira eficiente de uma empresa é um fator-chave para o sucesso. Principalmente, tendo em vista que as PJs estão sujeitas a uma concorrência muito mais abrangente e necessitam de um controle financeiro muito mais assertivo.

A Coan online, pensando nos desafios enfrentados pelas PJs, preparou esse artigo com 4 dicas para uma gestão financeira eficiente online. Veja a seguir:

 

1 – Adote o planejamento estratégico financeiro 

O sucesso de uma empresa depende de um planejamento financeiro assertivo, que permita estabelecer os objetivos e metas para o crescimento do negócio de forma sustentável. Ou seja, parte de uma avaliação criteriosa da situação financeira da empresa no presente.

Com isso, é possível avaliar a qualidade dos controles financeiros utilizados, bem como identificar as áreas que apresentam potencial para problemas futuros. 

Para isso, requer a utilização dos indicadores financeiros de desempenho, que permitem uma visão ampla da gestão financeira da empresa realizada até o momento. Desse modo, os principais indicadores a serem utilizados são:

 

1 – Margem Líquida (ML) = Lucro Líquido / Receita Líquida de Vendas;

2 – Retorno sobre os Ativos (ROA) = (Lucro Líquido / Total do Ativo) x 100;

3 – Retorno sobre o Investimento (ROI) = Resultado Líquido / Investimentos;

4 – Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante;

5 – Liquidez Seca = (Ativo Circulante – Estoques) / Passivo Circulante; 

6 – Liquidez Imediata = Disponível / Passivo Circulante;

7 – Liquidez Geral = (Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo) / (Passivo Circulante +  Exigível a Longo Prazo);

8 – Prazo Médio de Cobrança (PMC) = (Clientes / Vendas Brutas) x 360 (dias ao ano);

9 – EBITDA = geração operacional de caixa da empresa no período analisado. 

 

2 – Mantenha um controle eficiente dos custos, despesas e estoques do negócio online 

Para assegurar uma gestão financeira eficiente, torna-se imprescindível estabelecer controles das movimentações realizadas. Visto que é fundamental monitorar como os recursos estão sendo utilizados, além de avaliar a sua real necessidade.

Ou seja, exercer o controle sobre a quantidade de mercadoria em estoque e se efetivamente estão atendendo a previsão das vendas de determinado período. Desse modo, é possível perceber se existem problemas de falta ou excesso de estoques.

Sem dúvida, qualquer uma das duas situações gera custos para o negócio e afetam a sua rentabilidade.

 

3 – Otimize o fluxo de caixa do seu negócio

O fluxo de caixa é uma ferramenta de fundamental importância para acompanhar a movimentação dos recursos da empresa. Ou seja, as entradas e saídas de valores, as contas a pagar e as contas a receber, bem como as receitas e despesas.

Com o monitoramento do fluxo de caixa é possível estabelecer estratégias para otimizar o desempenho financeiro do negócio, identificar problemas e fazer projeções.

 

4 – Realize auditorias periódicas  

Para assegurar que os resultados sejam efetivamente os esperados, é importante adotar estratégias para identificar se não existem falhas internas. Além disso, verificar se tudo está sendo realizado conforme as exigências fiscais e contábeis.

Portanto, a melhor forma de evitar surpresas e manter o monitoramento da situação financeira da empresa é adotando a prática de auditorias periódicas. Isso porque além de detectar problemas, contribui para identificar as melhores soluções.

 

Uma contabilidade ao seu lado

Se você deseja ter um suporte para todas essas informações, pode contar com a ajuda de uma contabilidade como a Coan. Uma equipe especializada para te ajudar a manter a gestão do seu negócio em dia.

Se você quer saber mais, entre em contato conosco!

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação. We are committed to protecting your privacy and ensuring your data is handled in compliance with the General Data Protection Regulation (GDPR).
💬 Precisa de ajuda?